Na era da internet, praticamente qualquer atividade pode ser feita de forma remota e digital: uma informação pode ser encontrada em questões de segundos, vídeos e filmes podem ser assistidos por horas, cursos e até faculdades são realizadas em frente a um computador. Entretanto, para aproveitar esse universo de oportunidades e conhecimento, é preciso saber como contratar internet de qualidade para sua casa.

Para ter sucesso nessa prática, é preciso entender o que está disponível no mercado, seu orçamento para investir e, principalmente, qual o tipo de internet e outros aspectos do seu fornecedor que podem pesar na hora de decidir por um determinado serviço.

Além disso, é importante considerar que existem diversas opções de conexão online disponíveis — o que pode mais confundir do que ajudar na escolha. A variedade está tanto em termos de fornecedores, quanto em variedade de planos e serviços inclusos.

Pensando nisso, listamos abaixo 7 fatores que você deve considerar antes de contratar internet para sua casa e não se arrepender da sua escolha. Confira!

1. Pensar nas necessidades de consumo na hora de contratar internet

O primeiro passo para contratar internet de forma eficiente é entender quais as necessidades de consumo do local de instalação do plano. No caso de ser uma residência, é preciso considerar fatores como:

  • número de pessoas usando a internet;
  • número de dispositivos conectados;
  • tipos de atividades realizadas durante a conexão.

Em locais que existem muitas pessoas conectadas, que usam vários dispositivos e fazem atividades que demandam uma velocidade maior no plano — como download e upload de vídeos no YouTube, jogos online e serviços de streaming — o ideal é optar por opções mais completas, com, no mínimo, 50 mega de velocidade.

Por outro lado, pessoas que moram sozinhas e usam a internet apenas para acessar as redes sociais, e-mails e realizar atividades que não demandam muitos dados, podem optar por planos mais simples, com velocidade de 5 a 10 mega.

2. Tipo de conexão

Outro item que deve ser avaliado é o tipo de conexão contratada. Existem diversas opções disponíveis no mercado, que variam em qualidade de navegação e tipo de infraestrutura necessárias para sua instalação e uso. Entre as principais, estão:

Cada uma pode ser contratada para diversos fins. Algumas são mais indicadas para planos residenciais, como a fibra óptica e cabo, enquanto outras para viagens e veículos em movimento, como a 3G e via satélite.

3. Planos oferecidos

Como falamos, cada tipo de navegação pode ser ofertado em diferentes planos pelas empresas. Eles podem variar nos seguintes atributos:

  • velocidade de navegação;
  • limitação de consumo;
  • fidelidade de contrato;
  • alteração de oferta em termos de upload e download de dados.

É importante considerar todas essas variáveis ao contratar internet para sua residência. Isso porque elas impactam diretamente em sua experiência de navegação.

Um plano que oferece menos upload do que download é ruim para pessoas que trabalham com gravação e distribuição de conteúdo na internet, por exemplo.

4. Wi-Fi, modem e pontos de acesso

Atualmente, podemos usar internet em diversos dispositivos, como computadores, notebooks, smartphones, tablets, televisões e, até mesmo, eletrodomésticos, como a geladeira. Para conectar todos eles na mesma rede é possível usar um cabo ou uma rede sem fio, chamada de Wi-Fi.

Para ter acesso a esse modelo de conexão, é preciso usar um dispositivo chamado modem, que é conectado ao cabo de saída da internet contratada para disseminar o sinal sem fio pelo local.

Normalmente, essa ferramenta é disponibilizada pelo fornecedor da internet. Porém, em alguns casos, é preciso que o usuário realize a compra do dispositivo.

Os pontos de acesso são locais específicos que possuem oferecimento de rede Wi-Fi para os clientes de uma operadora de internet. Geralmente, são encontrados em locais públicos e de grande movimentação, como shoppings e aeroportos. O benefício desse serviço é que o usuário não precisa consumir um plano de dados limitado de celular.

5. Infraestrutura do fornecedor

Uma forma de garantir a qualidade dos serviços de internet prestados pelo fornecedor escolhido é avaliando a infraestrutura oferecida por ele. Quanto mais robusta e moderna, mais garantias de que imprevistos e frustrações não serão tendência em sua experiência.

Isso porque a qualidade dos materiais e o suporte oferecido garantem que, quando algum imprevisto aconteça, a solução seja encontrada o quanto antes. Além disso, ​a segurança de suas informações também é mais garantida nessa situação.

6. Reputação da empresa

Depois de avaliar as diferentes opções do mercado e encontrar a melhor para suas necessidades, ainda é preciso considerar a reputação do fornecedor, garantindo que ele realmente entregue o que oferece em sua comunicação.

Para isso, é indicado entrar em contato com outros clientes da empresa e questionar sobre os serviços oferecidos, estabilidade da rede, ocorrência de problemas, como eles foram solucionados e, principalmente, se eles recomendam o provedor.

Além disso, é possível procurar por avaliações online da marca em sites como o Reclame Aqui e sua página no Facebook. Avalie os relatos feitos por consumidores satisfeitos e insatisfeitos em sua decisão.

7. Custo-benefício

Por fim, avalie o custo-benefício de suas opções e nunca decida apenas pelo menor preço encontrado. Em muitos casos, essa escolha pode resultar em menos benefícios, principalmente quando há diferenças entre as possibilidades de velocidade.

Por exemplo, se o preço de 1 mega é R$ 50,00 o valor de 2 mega será menor que o dobro, ou seja, provavelmente entre R$ 70,00 e R$ 80,00, o que deixa o custo por mega menor.

Dessa forma, a melhor forma de tomar sua decisão é fazer uma seleção de planos que atendam suas necessidades e que sejam providos por fornecedores de qualidade e confiança.

Dentre essas opções, selecione a que está mais próxima de seu orçamento disponível e aproveite uma experiência mais positiva.

Fica evidente que a tarefa de encontrar um plano de internet adequado não é simples. Entretanto, as dicas apresentadas acima facilitam esse desafio e garantem mais satisfação para os usuários em suas escolhas.

Agora que você já sabe o que avaliar antes de contratar internet para sua casa, acredita que é o momento de encontrar um fornecedor de qualidade? Então, se você mora na região dos Lagos, no Rio de Janeiro, entre em contato com a Intnet!